Diversidade – É preciso falar sobre isso!

No ambiente corporativo da Gensler, nos EUA, há espaço para todo mundo, inclusive para animais de estimação.

No ambiente corporativo da Gensler, nos EUA, há espaço para todo mundo, inclusive para animais de estimação.

A empresa que hoje não fala sobre diversidade está alienada no mundo corporativo. Garantir a inclusão e investir em um time múltiplo é fomentar o bem-estar no ambiente de trabalho, tanto que as companhias mais antenadas já abriram mão de padrões que sustentaram, por décadas, o modelo de profissional ideal.

Matéria recente da Você RH, por exemplo, fala sobre a “queda do dress code”. Há poucos anos, as empresas impunham um estilo de vestimenta para garantir uma uniformidade dentro de seu corpo de trabalho. Mulheres deveriam usar salto alto, homens não podiam deixar o terno em casa. Assim, com todo mundo muito parecido, ninguém destoava e o padrão era seguido.

Mas onde fica a individualidade de cada um se todos devem se comportar exatamente da mesma forma? Essa quebra de estereótipos está em todos os contextos do ambiente corporativo. Dos recursos humanos à arquitetura e decoração.

Escritório da Cache Atelier na Bulgária: sala de jogos e ambiente descontraído.

Escritório da Cache Atelier na Bulgária: sala de jogos e ambiente descontraído.

Hoje, as regras se dissolveram e a demanda mais forte é pensar nos profissionais para que todos tenham um ambiente saudável, acolhedor, aconchegante e, acima de tudo, amistoso. E isso inclui pensar em todos os perfis para garantir que todos sintam-se abraçados pela companhia. Um dos nossos últimos posts fala sobre propósito (clique AQUI para ler). E se a empresa precisa definir seu propósito, ela precisa também garantir que todos os seus colaboradores sintam pertencer a esse propósito para que eles sejam capazes de oferecer o máximo possível de seu conhecimento e dedicação em prol de resultados positivos.

E a matéria da revista Você RH entra nessa questão ao dizer que “de que adianta a empresa ter gente engomada e sem criatividade?”. Indo mais fundo, nós questionamos: de que adianta ter uma empresa engessada que não estimula a criatividade de seus funcionários?

Um escritório humanizado é aquele que aposta em flexibilidade (também falamos sobre isso NESSE POST) e recebe bem tanto o profissional que precisa de um espaço mais silencioso e reservado para ser produtivo quanto aquele outro que se sente ainda mais estimulado quando pode estar em contato direto com seus pares.

Na ZGF Architects, nos EUA, os colaboradores podem se posicionar em diferentes locais para trabalhar.

Na ZGF Architects, nos EUA, os colaboradores podem se posicionar em diferentes locais para trabalhar.

Como fazer para ter esse espaço tão múltiplo mesmo dentro de uma metragem não tão ampla assim? A arquitetura corporativa já oferece milhares de opções. É possível criar um escritório open space, com bancadas de trabalho coletivas e, dentro desse espaço, inserir pequenas salas de reuniões ou mesmo sofás com encosto alto que garantem mais privacidade mesmo diante de um ambiente predominantemente aberto.

Um mesmo escritório pode ter as estações de trabalho, sofás, pufes, arquibancadas e bistrôs para que o colaborador escolha se quer trabalhar sentado de forma mais tradicional em uma mesa com altura padrão e uma boa cadeira ergonômica, de forma mais relaxada em um sofá ou em um pufe enquanto debate algum assunto com um colega, ou mesmo em pé em uma mesa mais alta que permita que ele fique confortável para digitar em seu notebook sem estar sentado.

Nesse espaço planejado pela RS Design, os sofás com encosto alto auxiliam no movimento e na concentração de quem busca um pouco mais de privacidade no ambiente de trabalho.

Nesse espaço planejado pela RS Design, os sofás com encosto alto auxiliam no movimento e na concentração de quem busca um pouco mais de privacidade no ambiente de trabalho.

Para tudo isso, uma coisa é imprescindível: investir em infraestrutura. Todos os locais devem fornecer tomada para carregar os dispositivos – são tantos devices que o acesso à energia é fundamental –, devem também garantir uma excelente conexão wi-fi, com qualidade acima da média; e ter uma iluminação adequada para qualquer período do dia (até por que os horários de trabalho também se flexibilizaram).

Para ter mais ideias de como garantir um escritório humanizado, clique AQUI e leia alguns dos posts do Espaço do Arquiteto que tratam justamente desse tema.

Voltar para home Espaço do Arquiteto
Comentários
0 Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>