O poder da especialização

O poder da especialização

Na arquitetura, o mercado de trabalho é vasto, porém muito competitivo. Segundo o Anuário 2018 divulgado pelo CAU BR (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil), o país tem quase 155 mil arquitetos em atividade e mais de 22 mil empresas de arquitetura e urbanismo. O que fazer para se destacar mediante um cenário tão denso?

Especialistas em marketing e negócios apostam que a especialização é um dos melhores caminhos para o diferencial competitivo. E quando abordam esse tema, não estão falando única e exclusivamente sobre a vida acadêmica.

É claro que investir em especialização, pós-graduação e outras extensões curriculares é sempre muito válido e proveitoso para ampliação do conhecimento. Mas aqui, muitas vezes, a grande sacada está em firmar seus compromissos profissionais dentro de um mesmo segmento do mercado. Atuar em um único nicho pode te transformar em uma fonte de informação sobre aquele tipo de projeto.

Na atualidade, com a Internet à mão 100% do tempo, informação não falta. Temos um boom de novidades pipocando minuto a minuto em nossos smartphones e pode ser difícil se concentrar no que, de fato, é uma informação relevante. Se na vida pessoal é legal saber de tudo um pouco, será que na vida profissional não é mais proveitoso saber muito de um assunto específico do que ser superficial conhecendo um pouquinho de cada área?

Para alguns observadores do mercado, quanto mais dedicado à uma área da arquitetura o profissional for, maior será seu reconhecimento. Aqueles arquitetos focados em projetos de varejo sabem absolutamente tudo sobre o comportamento do consumidor; os dedicados à projetos de hospitais têm na ponta da língua as normas regulamentadoras e as necessidades de médicos, equipes e pacientes; arquitetos especializados em academias entendem até de anatomia para agrupar melhor os equipamentos da sala de musculação.

E a experiência costuma formar excelentes profissionais de arquitetura, urbanismo e design. Quanto mais e mais projetos aquele arquiteto desenvolver dentro de um mesmo nicho, maior sua experiência na resolução dos desafios que acabam por surgir e mais competência ele acumula para trazer soluções a cada dia mais eficientes para seus clientes.
Como resultado positivo, ganha notoriedade e reconhecimento. E como reflexo disso, novas indicações e um excelente marketing boca a boca.

Será que o futuro dos escritórios de arquitetura e design de interiores está na opção por um segmento de mercado ou na atuação em diversos setores? Esse é o questionamento inicial de Ricardo Botelho, consultor de marketing e vendas responsável pelo curso “Generalista ou Especialista: Qual o seu posicionamento”.

Estudando o processo de gestão dos escritórios de arquitetura, engenharia, design de interiores e paisagismo, Botelho aposta na especialização. Em entrevista concedida à RDtv, comentou que até mesmo a gestão do negócio se torna mais assertiva em meio à profissionais especializados. “Para mim é bem importante buscar certa especialização e tentar definir um segmento de mercado no qual será mais fácil transitar e identificar onde estão os clientes para investir em ações de prospecção”, declarou. O curso de Botelho pode ser adquirido pelo ADFórum clicando AQUI.

Por fim, a especialização dentro do segmento de arquitetura tem se mostrado proveitosa. Na área corporativa, por exemplo, há uma infinidade de estudos que devem ser cogitados para quem busca compreender melhor as oportunidades e os desafios da construção de um ambiente profissional. Em um post recentemente publicado aqui no Espaço do Arquiteto e intitulado “Arquiteto, seja multidisciplinar” – que você pode conferir clicando AQUI – listamos algumas das muitas áreas de conhecimento que devem ser exploradas por quem opta pela especialização em arquitetura corporativa.

Se o mercado está a cada dia mais acirrado e competitivo, os profissionais precisam estar a cada dia mais afiados em suas metas para acompanha-lo.

Voltar para home Espaço do Arquiteto
Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *