Como os arquitetos foram impactados pela pandemia de COVID-19

rs-design-home-office-arquitetos-1

A pandemia de COVID-19 afetou a rotina de todos, mas vamos falar aqui, especificamente, da rotina dos arquitetos.

Uma pesquisa realizada pelo ArchDaily com mais de 600 pessoas tentou entender melhor como está o dia a dia desses profissionais desde que o novo coronavírus começou a circular. Para 65% dos participantes, o formato de trabalho em casa, que chamamos de home office, não foi uma novidade, visto que muitos deles já tinham o hábito de exercer as atividades em suas residências. Mas, mesmo assim, temos uma parcela significativa de profissionais que está enfrentando muitos desafios para trabalhar em um ambiente diferente do habitual.

Falta de contato social com os colegas de trabalho e entraves tecnológicos para o desempenho das atividades habituais foram apontados como dificuldades. Muitos precisam ter acesso a arquivos que estão salvos em servidores físicos, complicando o progresso dos projetos. Mas há, também, toda uma questão cultural: trabalhar em casa exige concentração e disciplina, já que as distrações (e tentações) são muito mais frequentes.

Transformar crise em oportunidade é uma tarefa digna de líderes resilientes e esse é um bom momento para os arquitetos colocarem essa característica a prova. Trabalhar em ideias paralisadas, reformar o modelo de negócios para que o trabalho remoto seja mais proveitoso são algumas boas opções. Hospedar os arquivos na nuvem e empregar modelos BIM de forma generalizada também foram alguns dos caminhos apontados no estudo.

rs-design-home-office-arquitetos-2

Dicas para o home office – Pensamos em algumas estratégias que podem ajudar o home office do arquiteto ser produtivo durante a crise do novo coronavírus.

  1. Crie uma rotina – Ter uma rotina minimamente desenhada pode ajudar você a melhor equilibrar o seu dia entre o trabalho e a vida pessoal. Estando em um ambiente prioritariamente caseiro, ter foco pode ser mais difícil. Então manter uma agenda esquematizada, definindo metas diárias de atividades, pode te ajudar a não perder o foco e a concluir as tarefas.
  2. Reduza as notícias sobre a pandemia – Você não precisa estar 24h por dia conectado às notícias sobre a expansão da pandemia do novo coronavírus. Escolha um momento para se atualizar, mas não deixe que as notícias em tempo real te sufoquem. Não se sinta alienado por não acompanhar os números hora a hora. E nunca se esqueça de buscar sempre veículos confiáveis para se informar.
  3. Utilize a nuvem para guardar seus materiais – Pode ser uma boa hora para migrar todos seus arquivos (até mesmo os pessoais) para a nuvem. São diversos os serviços oferecidos e com certeza há um que atenda às suas necessidades. Ter os documentos na nuvem facilita o trabalho remoto e permite que você tenha acesso a tudo de qualquer computador, dispositivo, cidade ou país. É prático e o custo-benefício costuma ser excelente.
  4. Organize as demandas do time – Ferramentas como o Trello e o Monday são ótimas para organizar as atividades de times que precisam atuar em conjunto. Com visualização das atualizações em tempo real em painéis amigáveis e intuitivos, fica fácil cada membro da equipe entender o progresso dos projetos e em que fase cada um está trabalhando. Pode ser uma ótima oportunidade de testar algum suporte nesse sentido.
  5. Agende reuniões de alinhamento periódicas – Se você trabalha em equipe, considere ter um horário fixo na semana para conversar via videoconferência com seus colegas. Isso ajuda a manter a proximidade, a trocar ideias, atualizar as demandas e até mesmo descontrair um pouco. Plataformas não faltam e, hoje, até mesmo o WhatsApp consegue promover uma reunião por vídeo com até oito pessoas.
  6. Aproveite esse momento para prospectar – Prospectar é importante. Utilize os meios digitais para se relacionar com empresas que já estava flertando anteriormente ou mesmo para criar listas de possíveis clientes futuros. Alguns setores da economia seguem atuantes mesmo durante a pandemia. Respeitando as recomendações de distanciamento social, muitas empresas de marketing e comunicação, de tecnologia e até mesmo companhias que atuam no ramo alimentício estão veementes. Pode ser uma excelente oportunidade para entrar em contato com esses potenciais clientes oferecendo projetos de expansão ou mesmo reestruturação dos espaços corporativos. Projetos podem ser desenhados e muitas lojas, como a RS Design, seguem atendendo on-line e presencialmente (com todos os cuidados para saúde e segurança). Procure saber das novidades, produtos novos, tendências para o segmento corporativo conversando ou visitando o showroom de seus fornecedores. Nessa hora, o arquiteto que conta com parceiros idôneos tem muito mais tranquilidade para seguir em frente, fazer seus projetos com garantia de entrega e condições comerciais flexíveis.

A preocupação econômica também se faz presente entre os profissionais de arquitetura. A pesquisa do ArchDaily, mencionada acima, indicou que os projetos que já tinham sido contratados estão em desenvolvimento, mas os arquitetos estão com dificuldade em fechar novos negócios, já que os potenciais clientes estão receosos quanto ao futuro incerto. Porém, como mencionamos acima, o foco pode ser em setores da economia que estão girando.

Como forma de amenizar o impacto à categoria, instituições bancárias como o Banco do Brasil anunciaram pacotes de créditos para arquitetos a fim de auxiliar empresa e profissionais autônomos em meio ao caos da pandemia.

rs-design-home-office-arquitetos-3

rs-design-home-office-arquitetos-3

Voltar para home Espaço do Arquiteto
Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *