Workaholic: Sinais de que você está viciado no trabalho. Há cura?

workaholicA palavra Workaholic é o termo utilizado para as pessoas que dão prioridade ao trabalho, que passam por cima de tudo, visando suas conquistas profissionais. Em curtas palavras, um viciado no seu ofício.

Como identificar os Workaholics?

Identificar esses profissionais é uma tarefa simples, basta apenas observação, geralmente são profissionais bem sucedidos, que se envolvem completamente em seus trabalhos, se dedicam de corpo e alma e todo tempo que tiverem disponíveis, até aparentarem que não possuem vida social ou que, quando tem, estão falando sobre trabalho ou criando novos projetos.

Costumam organizar o tempo de uma maneira onde todo segundo é aproveitado e dirigido para suas obrigações e tarefas. Não param para almoçar, quando param, comem correndo e voltam para o trabalho sem gozar de descanso. Além disso, acabam estendendo suas cargas horárias, sustentando o mesmo ritmo todos os dias.

Devido ao costume, acabam perdendo o sentido de aproveitarem o tempo parado e só conseguem ficar tranqüilos se estão envolvidos em alguma atividade ou tarefa. Isso acaba com sua vida familiar, pois eles sempre estão cercados por telefonemas e assuntos de cunho profissional, não conseguem se desligar. Os workaholics querem ser melhores em tudo e por isso dedicam-se completamente.

Eu sou Workaholic e não quero ser mais! Existe cura?

Se você se identificou em algumas características descritas acima… Bom, você é um workaholic e está deixando de viver a vida para se enfiar de cabeça no trabalho. Mas, não se preocupe, há uma cura para esse mal… Na verdade, vale deixar claro que, trabalhar não é um mal, mas sim uma necessidade de todos nós, no entanto, quando fazemos do trabalho nossa única forma de existência… Aí está um problema, pois tudo que é demais é ruim.

Contudo, existem algumas dicas que você pode utilizar para deixar de ser um viciado em trabalho.

Primeiramente, procure atividades que goste de fazer e que estejam completamente separadas do trabalho. Seja lá o que for, desde que mantenha sua cabeça distante de suas questões profissionais. Tem que ser algo que lhe dê prazer, ânimo de fazer, algo que faça sentir-se útil de alguma forma. Desta maneira, seu cérebro interpretará a sensação e sua necessidade de trabalhar será amenizada.

Peça ajuda para sua família. Um ambiente pacífico pode ajudar, e muito, o desvinculamento do trabalho, afinal de contas, em alguns casos, o trabalho em excesso se dá justamente para evitarmos o estresse de nosso lar. Portanto, é necessário, antes de procurarmos uma saída para nosso vício de trabalho, localizar as razões de sua existência.

Trabalhar é importante, e todos nós precisamos de dinheiro para viver satisfeitos e tranquilos, contudo, não podemos deixar o trabalho se tornar o único investimento de nossa existência. Realmente, precisamos organizar nosso tempo, mas não para executar todas as atividades profissionais, e sim para vivenciar todos os momentos que fazem parte da vida.

E, para encerrar, gostar de trabalhar é até algo muito importante e gratificante. Fazer o que gostamos é a chave para nosso sucesso, entretanto, cuidado para não fechar a porta com você do lado de dentro, não esqueçamos que a vida continua girando fora das paredes de nossos escritórios. Carpe diem!

 

Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *