Jogos corporativos para treinar e motivar equipes

corporate-games

O mundo corporativo, sem dúvidas, é o jogo mais competitivo e dinâmico que existe, sendo composto por muitos profissionais que buscam avançar em suas carreiras.

Os jogos corporativos possuem a finalidade de incentivar a competição saudável entre os colaboradores, ilustrar os grandes desafios e conscientizá-los quanto à importância da união. As atividades devem exibir claramente as consequências de tomadas de decisões equivocadas, buscando a reflexão sobre atitudes individuais e coletivas.

Jogos corporativos são desenvolvidos para atenderem uma necessidade, portanto, devem ser aplicados com responsabilidade, uma vez que o uso inadequado das atividades pode gerar um resultado inverso do esperado.

O ideal é que haja certo cuidado com a complexidade dos jogos, pois eles devem contribuir com a aprendizagem, na qual os jogadores possam identificar a lógica e a mecânica das atividades:

Fique atento ao fechamento dos jogos

Os encerramentos são responsáveis pela compreensão do conteúdo. Caso o objetivo seja promover a integração e o trabalho em equipe, não é ideal propor atividades com um alto nível de competição. Os fins devem ser reflexivos, de maneira que provoque uma analogia crítica no cotidiano dos colaboradores.

Conhecimento e desenvolvimento

O importante realmente não é o confronto, pois jogos corporativos têm como objetivo principal o conhecimento e o desenvolvimento dos participantes. O engajamento da equipe é o plano de fundo para adquirir o aprendizado.

Dê um ‘’chega pra lá’’ na mesmice

Jogos corporativos devem ser criativos, interessantes, interativos e com uma boa complexidade. Os colaboradores sempre têm grandes expectativas nos jogos, sendo assim, não opte por fórmulas antigas que não trazem boas novidades.

Uma boa dica é levar a equipe para um acampamento e montar atividades no meio da mata, como montagem da barraca com apenas algumas peças, construção de uma jangada, busca ao tesouro, entre outras atividades lúdicas, mas que insiram conteúdos de trabalho em equipe e revezamento de liderança.

Ao perder, você ganha

Jogos, geralmente, tendem a ter vencedores talentosos e engajados. Porém a perda pode e deve proporcionar autoconhecimento e atitude, já que vem acompanhada de um bom direcionamento. É importante lembrar que os jogos corporativos não servem para reconhecer profissionais de alta performance, mas sim, contribuir com o desempenho dos colaboradores, nivelando suas competências.

Jogos corporativos, sem dúvidas, são uma alternativa inteligente e divertida para treinar e motivar equipes. Convide seus colaboradores!

Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *