Como ter áreas de descompressão produtivas

como-ter-áreas-descompressão-produtivas-1

Sofá confortável, pufe colorido, mesa de sinuca e até uma gostosa rede para descansar e balançar. Não, isso não é uma colônia de férias. Tratam-se das áreas de descompressão produtivas, que estão ganhando espaço nas mais diferentes empresas.

As primeiras organizações a adotarem estas áreas foram as norte-americanas, ainda na década de 90. De lá pra cá, a ideia se espalhou e foi bem abraçada principalmente por empresas do setor de inovação.

Está pensando em ter um espaço assim na sua empresa? Então veja algumas dicas para ganhar em produtividade e evitar eventuais contratempos!

Será que todas as empresas estão preparadas para ter uma área de descompressão?

A resposta é depende.

Depende da cultura da sua empresa, do segmento no qual ela atua, do perfil dos profissionais e do tipo de comportamento esperado deles.

Em instituições mais tradicionais, normalmente, este tipo de área pode até causar certo constrangimento por parte dos colaboradores, que ficam com vergonha de parar o serviço para descansar um pouco.

Principalmente se a empresa for rigorosa com tempo de trabalho e horários, é importante analisar a implementação desta área. Também pode não ser interessante para quem trabalha no setor financeiro, que tem um horário limitado para agir e atender aos clientes. Pausas e distrações talvez não sejamindicadas.

Se a sua empresa for assim e você quiser oferecer algo aos colaboradores, tenha uma cozinha bem equipada, para que eles almocem e adotem os 10 minutos do café. Poderá ser mais eficiente.

Contudo, como já dissemos, tudo isso depende de muitos fatores. Mesmo numa empresa tradicional, com horários, pode-se implementar uma cultura de que as pausas são importantes para as pessoas recarregarem a energia, descansarem e até mesmo interagirem com outras equipes, o que pode ser muito benéfico para o trabalho.

O importante é analisar se as equipes têm maturidade para esta mudança e neste ponto, no momento do desenvolvimento do projeto corporativo, o pessoal de RH pode ajudar muito para obter este termômetro.

Escritório com mobiliário e arquibancada planejada da RS Design em uma área que é, ao mesmo tempo, de descompressão, convivência e treinamento informal. Crédito RS Design.

Escritório com mobiliário e arquibancada planejada da RS Design em uma área que é, ao mesmo tempo, de descompressão, convivência e treinamento informal. Crédito RS Design.

Já empresas que trabalham com metas a serem cumpridas e não necessariamente com horário fixo de trabalho, a tendência de aceitação e entendimento correto do uso do espaço é maior.

O importante é que esta área seja compreendida como uma pausa para o cérebro, pois segundo a *neuroarquitetura o nosso cérebro é “plástico” e os neurônios fazem conexões mesmo quando não estamos pensando em determinado assunto. Então, aquela solução que você tanto buscava e ficou horas pensando, pode aparecer num momento de pausa, em que o cérebro faz conexões de forma mais livre, sem pressão e o tal do “insight” aparece de repente. É nestemomento que as áreas de descompressão se tornam altamente produtivas.

Prepare a sua equipe

Neste escritório da Riverbed Technology a área de descompressão foi montado próxima às estações de trabalho, permitindo pausas ou reuniões rápidas entre uma atividade e outra.

Neste escritório da Riverbed Technology a área de descompressão foi montado próxima às estações de trabalho, permitindo pausas ou reuniões rápidas entre uma atividade e outra.

Após avaliar e detectar qual o ponto de maturidade possui a sua equipe é hora de desenvolver o projeto da área de descompressão da sua empresa. Que pode ser uma área totalmente separada das estações de trabalho ou pode ser também um cantinho próximo das atividades, sendo um refúgio rápido para as pessoas aliviarem o estresse e se distraírem um pouco.

No mesmo escritório da Riverbed Technology, foi criada uma área de descompressão mais reservada, para que o profissional consiga relaxar ou até mesmo desenvolver alguma atividade mais focada por mais tempo.

No mesmo escritório da Riverbed Technology, foi criada uma área de descompressão mais reservada, para que o profissional consiga relaxar ou até mesmo desenvolver alguma atividade mais focada por mais tempo.

Depois, é importante envolver todos os seus profissionais neste desenvolvimento da nova área, para que eles se sintam “fazendo parte” desta mudança e começando a entender os benefícios de uso. A liderança deve estar totalmente alinhada aos objetivos da empresa com relação à nova área e transmitir isso aos colaboradores, dando o bom exemplo de uso.

E quando o ambiente estiver totalmente em uso, avalie como as pessoas o estão utilizando. Se os benefícios esperados estão acontecendo. Se elas sabem utilizar e se isso é motivador.

Não é para todo mundo parar de trabalhar, deitar em um pufe e começar a dormir. E também não é para ter vergonha de sentar na rede e ter o olhar do chefe ao redor. E isso tem que ser assimilado de forma natural.

Inclusive, é muito proveitoso as pessoas fazerem reuniões mais informais em áreas de descompressão, pois a neurociência explica que quando estamos numa área descontraída, a mente fica mais relaxada, “baixando a guarda” e tornando todos mais colaborativos.

Já neste ambiente da Linkedin em São Francisco, E.U.A., tudo foi preparado para diversão e convivência. Estímulos criativos para o trabalho colaborativo.

Já neste ambiente da Linkedin em São Francisco, E.U.A., tudo foi preparado para diversão e convivência. Estímulos criativos para o trabalho colaborativo.

Conte com especialistas para implementara área de descompressão

É fundamental que novas áreas, criadas estrategicamente na empresa, sejam desenvolvidas por profissionais que forneçam produtos com consultoria, como é o caso da RS Design, pois as mudanças na sua empresa estão diretamente relacionadas com a motivação da sua equipe e, por consequência, nos resultados do seu negócio.

Pode contar com a equipe de consultores da RS Design!

* neuroarquitetura: é o estudo e a utilização estratégica do impacto do ambiente no comportamento das pessoas.

Comentários
0 Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>