Como conciliar carreira e filhos?

Como conciliar carreira e filhosOs pais são os principais responsáveis pela estruturação da personalidade dos filhos. Porém, muitas vezes, a maior parte dos pais não tem tempo livre com os filhos, devido às longas jornadas de trabalho. Esta “ausência”, mesmo que indesejada pelos pais, interfere na formação da identidade da criança. Mas como resolver esta questão?

Dicas para conciliar carreira e filhos

1. Ao chegar em casa, dê privilégio ao convívio

Quando o trabalho em excesso é inevitável, ao chegar em casa, é muito importante que você compense a criança afetivamente, contanto e escutando com interesse as experiências vividas por ela. É indispensável dar privilégio ao convívio. Muitas vezes uma situação contada pela criança pode parecer sem importância, coisas do mundo infantil, mas para ela é de extrema importância. Então escute, observe e tente conhecer melhor o seu filho. Se possível, prepare um jantar para todos aproveitarem juntos, contando fatos do dia à mesa.

2. Não faça nada por obrigação

Aproveitar os momentos livres para dar amor e atenção para a criança deve ser algo natural, não “force a barra”, pois a criança percebe e pode interpretar como falta de afeto. Seja esperto! Você pode agradar seus filhos sem, necessariamente, brincar com eles. Como assim? Você pode chegar cansado do trabalho e querer descansar, assistindo televisão. Assista a algum filme infantil com o seu filho ou peça para que ele desenhe pertinho de você. Espontaneidade na relação é essencial.

3. Quando é necessário trabalhar e estudar

Nesta situação é muito importante contar com o seu parceiro(a) ou alguém da família para auxiliar. Hoje também há recursos de aprendizado à distância. Você pode estabelecer alguns momentos da noite para o estudo e mesmo assim ter contato com o seu filho. Não é fácil, mas com planejamento é possível.

4. A educação durante a ausência dos pais

Mesmo que você esteja longe de casa, é importante que a criança saiba que, ao cometer um erro, será repreendida assim que seus pais chegarem. Portanto, a atitude dos pais deve ser constante e planejada. A pessoa que cuida das crianças, na ausência dos pais, deve educá-las, seguindo as normas da casa. Oriente a cuidadora sobre como agir com as crianças, pois a educação não se faz apenas de forma presencial.

5. Evite os excessos

Não imponha regras tão rígidas, tampouco libere o seu filho para fazer o que quiser como prêmio pela obediência. Isto ocasiona a tirania de crianças de 3 a 4 anos, que geralmente mandam nos pais. Isto não tem nada a ver com afeto, mas sim com a falta de administração de autoridade. Coloque também limites no seu período de trabalho, a criança não deve ficar ligando para você a todo o momento, atrapalhando suas tarefas. Explique para seu filho que você precisa trabalhar e se concentrar nas suas atividades, para que ele ligue quando for algo muito importante. E mesmo quando você tiver trabalho para realizar em casa, mais uma vez explique para seu filho, você estará ensinando também que devemos ser responsáveis e cumprir prazos prometidos. Demonstre todo o amor e carinho necessários para a criança, pois isto é fundamental para criar um vínculo afetivo entre pais e filhos. Mesmo que este tempo seja curto devido ao seu trabalho, faça os momentos livres valerem a pena.

Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *