Cadeiras para quem tem dor nas costas

Cadeira Executiva StudioAs pessoas que trabalham o dia todo em escritório costumam compartilhar uma queixa em comum ao fim do dia: todas sofrem de dores nas costas. Muito provavelmente, isso acontece como consequência da postura que elas adotam durante suas jornadas de trabalho, quando sentadas em suas cadeiras. Essa postura, na esmagadora maioria das vezes, não só está incorreta, como é desconfortável, mesmo que não percebamos isso.

Nesse caso, dois são os culpados:

Primeiro, nós mesmos, que não percebemos o quanto estamos prejudicando nossa coluna e nossa saúde ao sentarmos largados na cadeira. Isso porque as posturas mais prejudiciais e que causam mais dores são, curiosamente, as que mais nos agradam. Podem reparar que, quase nunca, vamos nos encontrar completamente confortáveis numa posição que não seja desnivelada com o monitor do computador, com a costela muito distante do encosto, com o pescoço pendente ou quando estamos quase escorregando para baixo da mesa, a fim de “deitarmos” na cadeira. Todas nos agradam e por isso são praticadas, mesmo que nos custem terríveis momentos de dor e agonia, ao fim do dia (sem mencionar os problemas futuros).

Cadeira Executiva Fit

O segundo culpado, mas que por tabela nos responsabiliza, são as próprias cadeiras. Optar por uma cadeira que custe pouco dinheiro, pode parecer uma ideia acertada se o uso for de apenas uma hora diária. Se esse tempo se estende pelo período normal de trabalho, que gira em torno de 8 horas, a cadeira tende a se tornar o pior equipamento do mundo para nossas costas, porque junto com o baixo preço faltam segurança e conforto.

Uma cadeira ergonômica tem a capacidade de se ajustar ao nosso corpo, atendendo a requisitos mínimos, mas de alta importância. Dar um passo rumo ao fim das dores nas costas significa, antes de tudo, escolher uma cadeira com dimensões que se encaixem no nosso corpo.

Veja algumas dicas para escolher uma cadeira que ajudará você a manter uma postura correta:

  • Ao sentar-se, você deve manter os dois pés no chão.
  • O assento deve estar firme e ser profundo o bastante para aguentar as nossas coxas, sem forçar o ângulo posterior dos joelhos e tem que possuir apoios para os antebraços.
  • De preferência, as bordas do assento da cadeira devem ser de forma arredondada.
  • O encosto deve estar inclinado para trás de maneira leve, já que um encosto de ângulo reto não nos ajuda a dar suporte às costas e desta maneira poderemos escorregar o quadril para frente. O ideal é um encosto que permita ajuste.
  • Cadeiras que, no próprio design, já apresentam um apoio lombar também são indicadas para pessoas que tem tendência a dor nesta região.

 

Comentários
0 Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>