Arquitetura Comercial x Visual Merchandising

arquitetura-comercial-visual-merchandising-artigo-rs-design-1

Os espaços comerciais precisam abrigar muitas pessoas e, ao mesmo tempo, possibilitar que os produtos sejam demonstrados. Afinal, seja o ambiente para vender algo ou para prestar serviço, é necessário que tudono local tenha um propósito bem definido. E para isso é fundamental um projeto de arquitetura e design de interiores que considere as características do espaço, entendendo as necessidades do tipo de negócio que será instalado no local, a melhor opção de layout e a especificação do mobiliário adequado.

Além de receber bem, um ambiente comercial também precisa ser alinhado ao produto/marca e atrativo na medida certa para o consumidor. Também é preciso colocar os produtos no local certo, no “caminho dos olhos” do consumidor, para instigar o consumo de forma natural e inteligente. Dessa forma, um ambiente comercial é diferente de uma casa e precisa ser preparado para vender uma “imagem”, englobando produtos e serviços. Neste ponto, o trabalho de Visual Merchandising irá agregar muito valor à marca, com resultados positivos para seu negócio.

Restaurante com mobiliário (mesas, cadeiras e estante) da RS Design, que juntamente com o ambiente bem preparado transmitem muito aconchego, estimulando a vontade de permanecer no local e até influenciando a percepção da comida.

Restaurante com mobiliário (mesas, cadeiras e estante) da RS Design, que juntamente com o ambiente bem preparado transmitem muito aconchego, estimulando a vontade de permanecer no local e até influenciando a percepção da comida.

O que é Arquitetura Comercial?

Trata-se do ramo da arquitetura que atua no desenvolvimento de ambientes comerciais. Dentre eles, bares, restaurantes, lojas dos mais variados setores, quiosques, entre outros.

O profissional faz o projeto sempre pensando em maximizar as funcionalidades dos espaços. Isso, aliado ao uso de tecnologia de ponta e a um projeto de design de interiores.

Além disso, a arquitetura comercial também se preocupa com a segurança. Dessa forma o projeto de um restaurante, por exemplo, acaba precisando de mais cuidado quanto ao uso de produtos inflamáveis, do que uma loja de roupas. Dessa maneira, é preciso que cada projeto contenha estudo criterioso sobre a atividade para a qual a construção será destinada.

E o Visual Merchandising?

O Visual merchandising é uma estratégia de varejo que trabalha o ambiente do ponto de venda, criando uma identidade da loja ou da marca perante o consumidor, também pode personalizar o ambiente através do design, do layout e da disposição dos produtos, impulsionando e influenciando nas decisões de compra dos clientes.

arquitetura-comercial-visual-merchandising-artigo-rs-design-3

Loja da M&M em Orlando, nos E.U.A. explora o sentido visual dos consumidores, proporcionando uma verdadeira imersão à marca.

Qual a função do Visual Merchandising nas lojas?

É uma série de ações utilizadas no ponto de venda, de preferência de forma criativa, para movimentar as vendas, motivando os colaboradores (vendedores/atendentes) a pensarem constantemente de forma cada vez mais comercial, procurando sempre impactar positivamente o consumidor.

Aliando as duas atividades (Arquitetura Comercial e Visual Merchandising)

Enquanto a Arquitetura Comercial deixa o espaço físico pronto para o negócio funcionar, o Visual Merchandising cria uma identidade da marca.

O ambiente comercial com um projeto adequado, a escolha certa da paleta de cores,mobiliáriomuito bem escolhido conforme o tipo de uso e posicionado da melhor maneira em um layout muito bem pensado, com uma área de circulação estratégica, já terá grandes chances de ser um espaço agradável para o cliente. Agora, juntar a isso as técnicas de Visual Merchandising, que permitem uma imersão do consumidor pela identidade da marca, a visita do consumidor ao ambiente será uma experiência única e marcante!

arquitetura-comercial-visual-merchandising-artigo-rs-design-4

Loja das Havaianas preparada para transmitir um clima descontraído e muito casual, altamente alinhado com o produto.

O objetivo é que o consumidor se sinta, na sequência: atraído a entrar no espaço, sentir-se bem ao entrar, ser envolvido pela marca de forma natural, sentir-se estimulado à compra e finalmente finalizar a compra com a sensação mais agradável possível.

E não estamos falando somente de lojas que vendem produtos, qualquer espaço que ofereça um serviço, por exemplo, também precisa envolver o consumidor.

O importante é fazer projetos com empresas especializadas em cada campo e colocá-las para trabalhar em conjunto, pensando no seu negócio.

Nós da RS Design fornecemos mobiliário corporativo, que além das mesas e cadeiras de escritório, pode incluir poltronas, pufes, banquetas e móveis mais descontraídos para complementar o seu espaço. Solicite uma visita com um de nossos Consultores especializadospara estudar o seu caso e indicar os produtos mais adequados ao seu negócio!

Linha de mobiliário exclusivo e informal da RS Design para complementar espaços comerciais, com o objetivo de envolver o consumidor de forma criativa.

Linha de mobiliário exclusivo e informal da RS Design para complementar espaços comerciais, com o objetivo de envolver o consumidor de forma criativa.

Comentários
0 Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>