Qual a diferença de uma cadeira com e sem ajustes?

diferenças de cadeiras sem ajuste e com ajuste

Uma boa cadeira deve ser adequada à atividade desempenhada pelo profissional, já que é o móvel onde se passa a maior parte do tempo com o corpo apoiado. Sendo assim, a cadeira deve proporcionar conforto, ergonomia e condições propícias ao usuário.

Uma cadeira sem ajustes, de fato, não fornece total conforto e demais atribuições para garantir uma postura correta e um apoio adequado ao usuário.

As cadeiras com diversos ajustes se adaptam melhor aos diferentes biótipos e são indicadas para o pessoal da área de staff, que fica muitas horas sentado diante de um computador, por exemplo.

Sistemas de ajustes para cadeiras

Cadeiras ajustáveis possuem vários sistemas que fornecem inúmeros benefícios ao usuários:

  • Ajuste de altura com sistema de pistão à gás: É de fácil utilização para ajustar o assento na altura correta, ou seja, o usuário deverá ficar sentado com os pés apoiados no chão;
  • Ajuste de encosto: Permite que o usuário fique em um ângulo adequado para a postura;
  • Ajuste de assento retrátil: com regulagem de profundidade, pois as pessoas têm tamanhos diferentes de pernas;
  • Ajuste de apoio-lombar: De acordo com o tamanho das costas do usuário, pode-se alterar a altura do apoio-lombar;
  • Mecanismos sincronizado peso-pessoa: O peso do usuário define a regulagem de tensão do encosto;
  • Ajuste de apoia-braço: Há modelos que têm ajuste de altura, abertura e até de inclinação;

Existem modelos de cadeiras apenas com ajuste de altura, que podem atender a um usuário momentâneo, que faça pouco uso da cadeira.

Mas, caso sejam necessárias muitas horas de trabalho, como em áreas administrativas, cadeiras com diversos mecanismos de ajustes são, sem dúvidas, as mais adequadas.

Em muitos ambientes de diretoria e presidência são utilizados modelos de cadeiras mais robustos, com estofamentos de materiais nobres e confortáveis. Além do ajuste de altura, podem apresentar o sistema relax: que permite que o usuário destrave o encosto para fazer um movimento de relaxamento das costas.

O importante é entender a frequência do uso da cadeira e traçar uma relação simples: quanto mais tempo o usuário permanecer sentado, mais sistemas de ajustes deverá ter a cadeira, para garantir o conforto e a ergonomia.

Comentários
0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *