Por que trabalhamos?

o-que-atrai-talentos-nas-empresas-artigo-RS-Design-1

Por que você levanta todos os dias para ir trabalhar? Se você é empresário, tem o propósito de cuidar e sempre melhorar o seu negócio. E caso tenha uma equipe que trabalha com você, pare e pense: o que será que faz cada um levantar e ir para a sua empresa trabalhar?

Será que só o dinheiro e o pagamento de contas importam ou algo maisos motiva? O que realmente os leva diariamente para a sua empresa?

São pelo menos 8 horas por dia de dedicação. Será que só o salário e os benefícios importam? Provavelmente, se você for perguntar aos seus colaboradores, eles dirão que não. Há mais do que o pagamento mensal em jogo. Cada um tem os seus motivos e anseios. O dono do negócio precisa pensar nisso e avaliar, se quiser ter um time trabalhando bem.

Todo mundo tem um propósito, seja de vida, de princípios, de planos e sonhos. E principalmente as novas gerações estão muito focadas com o propósito pessoal, precisam sentir que estão fazendo algo que realmente faça alguma diferença, seja na empresa ou na sociedade em geral.

Esta busca de alinhamento de “propósito”, em geral, faz as pessoas procurarem empresas que tenham uma imagem bem definida no mercado, com posicionamento claro e com muita transparência para tratar os colaboradores e clientes.

São profissionais, que quando engajados com o tipo de negócio e a forma de trabalhar, se tornam verdadeiros fãs da sua empresa. São profissionais que “gostam de trabalhar”.

E a sua empresa, está preparada para atrair e reter profissionais que “gostem de trabalhar”?

Se você, na sua empresa, quer manter um bom grupo de profissionais, existem questões de consenso comum, tais como:

  • Ambiente agradável (bom relacionamento entre colegas);
  • Bom salário;
  • Fácil acesso ao trabalho;
  • Possibilidade de ocupar novos cargos;
  • Benefícios oferecidos pela empresa;
  • Chefe acessível;
  • Ambiente corporativo organizado;
  • Adequação à equipe, entre outros.

Agora, se você quer um grupo realmente focado no negócio, que até fora do expediente fica pensando e observando alternativas para questões do trabalho. Que faça questão da “sensação de pertencimento” à empresa. Que se sinta incluído das questões, com facilidade para dar opiniões e sugestões. Que perceba o quanto o seu trabalho é importante dentro de todo o contexto. Que tudo esteja alinhado ao seu propósito de vida, então você precisa avaliar mais outras questões.

Estes são alguns pontos importantes que fazem as pessoas “engajadas” trabalharem:

  • Dinheiro: a boa remuneração atrai, mas não é tudo;
  • Desafio: não apenas cumprir tarefas e sim trabalhar na resolução das questões, tendo certa autonomia para isso;
  • Participação: ter oportunidade para dar ideias, soluções e sugestões, sentindo que está “fazendo parte” da empresa.
  • Prazer: gostar de fazer a atividade. Parece simples, mas quando o profissional está exercendo uma atividade adequada ao seu perfil, ele trabalha muito melhor. Não adianta colocar pessoas para fazer atividades das quais não se identificam;
  • Impacto: saber que o trabalho causa impacto positivo na empresa, e até na região ou no mundo, é algo que faz com que muitos profissionais acordem alegres para trabalhar;
  • Status x Experiência: atualmente as pessoas, de maneira geral, estão muito mais interessadas na “experiência” que o trabalho proporciona do que no “status”. Elas não querem mais aquela sala executiva, toda decorada com formalidade e cadeiras altamente estofadas. Elas querem “vivenciar” o trabalho no escritório, é deste tipo de experiência que estamos falando. E para isso, o projeto de mobiliário corporativo deve prever espaços com conceitos de neuroarquitetura (neurociência + arquitetura para criar ambientes motivadores às pessoas… veja mais AQUI), explorando a experiência e os sentidos dos profissionais.
  • Reconhecimento: ter feedback, sentir o reconhecimento dos líderes e também dos colegas;
  • Ambiente físico: espaços preparados para a forma de trabalhar das equipes, com opções de áreas mais colaborativas, integradas e também outras áreas para atividades mais focadas, que podem ser escolhidas conforme a necessidade do dia ou momento. O conforto e o bem-estar também estão na listinha destes profissionais e quando o projeto corporativo for pensado de maneira mais humanizada, o resultado é sempre positivo para todos.
  • Flexibilidade no horário de trabalho;
  • Possibilidade de atuar em casa alguns dias da semana;
o-que-atrai-latentos-nas-empresas-artigo-RS-Design-2

Área de convivência com mobiliário da RS Design, incluindo planejados, poltronas, sofás, mesas e cadeiras; tudo pensado para ser um espaço de compartilhamento de ideias, reuniões rápidas e mais informais ou simplesmente de convívio social. Crédito: RS Design

Como vimos, o espaço físico interfere e muito neste “propósito” que as pessoas buscam no trabalho.

Um escritório que foi totalmente planejado, preparado e montado com “estratégias” para impactar positivamente o comportamento das pessoas, com certeza terá uma equipe engajada. E sabemos, equipe engajada trabalha muito melhor!

A RS Design está pronta para ajudá-lo nessa tarefa. Entre em contato conosco alinhe a sua empresa com o propósito dos seus profissionais. Você vai perceber o quanto isso é importante, inclusive para o resultado do seu negócio!

o-que-atrai-latentos-nas-empresas-artigo-RS-Design-3

Comentários
0 Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>